Pesquisa personalizada

sexta-feira, 24 de julho de 2009

O PT ACORDOU

Até que enfim , o Partido dos Trabalhadores acordou e já estava em tempo . Mais um pouco , a popularidade do Lula despencaria na classe média brasileira .
"Há indícios concretos da associação do presidente do Senado , José Sarney ,com a nomeação por ato secreto do namorado da neta dele" .
Senador Aloísio Mercadante em nota à imprensa

O PT só deu o "braço à torcer" depois das gravações divulgadas pela imprensa , golpista ou não , escandalosas.
O senador Aloísio Mercadante defende agora ,sob a batuta do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar ,uma apuração rigorosa do possível envolvimento de Sarney com os atos secretos.
Só rindo mesmo...
Só agora, senador Aloísio Mercadante ?
Vou citar um trecho dos meus e-mails direcionados para os senadores Eduardo Suplicy , Pedro Simon e o próprio Mercadante.
"Ou a bancada do PT no senado defende o afastamento do senador José Sarney, ou a candidatura da Dilma Roussef ficará seriamente comprometida em 2010."
Herval Junior

2 comentários:

André Egg disse...

Herval,

desde o início a bancada do PT defendeu o afastamento do Sarney. Mas o Lula deu ordens expressas para que o partido apoiasse o aliado.

Vale lembrar que a oposição tem maioria no senado, e sem Sarney a vida do governo se complica.

Lula não tem popularidade nenhuma na classe média. "Saia às ruas", Herval - a classe média vive reclamando desde o início. A linha da Veja é simplesmente para agradar seu público leitor.

E tudo que o Lula tem feito é enterrar o PT em benefício de seu próprio projeto pessoal. Acontece o mesmo com a candidatura Dilma. Pede-se que o PT apóie candidatos do PMDB em estados chave, em troca do apoio a Dilma.

A meu ver um grande erro. O apoio do PMDB não virá de jeito nenhum antes da eleição. Não vale a pena sacrificar o crescimento do PT nos estados e ficar mais uma vez refém do PMDB.

Aliás, eu acho que a candidatura presidencial deveria ser discutida no partido, e não simplesmente imposta pelo presidente.

Estou propenso a não votar em Dilma.

Herval Junior disse...

Você está certo ,André. Só discordo quando você disse que o Lula não tem popularidade nenhuma na classe média.Já não tem aquela popularidade de outra década , pois o bolsa família o torna mais popular nas classes menos favorecidas.Mas, não se pode desprezar a classe que forma opinião e tem um peso de 35% do eleitorado, não é mesmo? Um abração pra você e até a próxima.

Entre em contato com o blog


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


Desde 01/01/2009

Arquivo do blog