Pesquisa personalizada

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Edina Geigila Marques Ferreira

A estudante de Direito (do título acima) que cometeu injúria racial contra a policial militar Maria Fernanda Martins Ventura(vide postagem) terá agora mais uma referência no Google,esta.

Essa postagem , com certeza vai facilitar quando , da próxima vez em que ela fizer uma busca por seu nome no maior site de buscas da internet e verá seu nome inteiro.Não quero com isso,já que a mesma conseguiu um alvará de soltura no mesmo dia,fazer qualquer tipo de julgamento , a justiça o fará.Ela vai responder em liberdade , o que facilita o acesso à internet.Apenas um "puxão de orelhas virtual".

A única referência com seu nome até então ,era um arquivo em pdf de uma listagem como estagiária forense no Diário Oficial do Estado do Rio na Defensoria Pública em Campos.

Veja abaixo e clique na figura para ampliar, se assim desejar.

Bom, agora vem o "puxão de orelhas".Saiba você,Edina,(se não sabe,deveria) que a contribuição dos negros para o desenvolvimento do país e de toda a América foi fundamental,ainda que escravizados,açoitados e humilhados,oriundos de um continente espoliado , explorado e vilipendiado por nações européias colonizadoras e que até há pouco sofria com o "apartheid" na África do Sul,você se lembra?

O "apartheid" ainda existe veladamente em todo o mundo e no Brasil não é diferente.Uma pena!

Isso, sem falar na contribuição cultural linda que herdamos e que você deve curtir bastante,eu garanto.Sem notar(?),além do crime de injúria racial,Edina,você cometeu um outro deslize preconceitual quando chamou a policial de "nega favelada".Ora,você trepudiou em cima de uma condição social e econômica (talvez tivesse sido essa a sua intenção) sobre os menos favorecidos que a humanidade de bem tenta combater, a chamada miséria ,o caos urbano,etc..

Sem me estender muito, espero sinceramente um dia, que você venha à público ou à policial e peça desculpas por seu infeliz ato, dando provas de sua humildade e de sua inteligência.

Aproveito pra te indicar um link, um link que deveria ser seu "link de cabeceira", esse: Diálogos contra o racismo

Durma bem, Edina.

7 comentários:

eduardo disse...

Herval,
Vejo que você está sendo parcial, não vi em seu texto a afirmação que estava presente no acontecimento. Você está expondo alguem de maneira a não dar chance de defesa. Acho que você não tem subsidios para se pronunciar a favor em nemhuma das partes. É muito fácil apedrejar sem conhecer e posar de paladino da justiça. Porém, acho sinceramente, que você não postará meu comentário, visto que tem passar pelo seu "crivo".
Saudações,
Eduardo

Herval Junior disse...

Caro Eduardo, só comentei em relação ao que estava descrito nos jornais.O julgamento não cabe à mim.
É ou não é racismo, esse fato ocorrido?
É ou não é preconceito em relação à suposta situação sócio-econõmica da vítima?

Anônimo disse...

Caro Herval, se permite expressar minha opinião foi ridículo seu comentário, vejo que você é um irresponsável, um papagaio de pirata, Você diz que o julgamento não cabe a você mas você a julgou e condenou por crime que jamais existiu, que foi fruto da falta de argumentos de uma policial que se valeu de sua condição racial para incriminar outra pessoa, como único meio de atingir a acusada, que também tem origem negra. Ah, mas acho que você não sabia que Édina é negra também.A policial será também acusada de denunciação caluniosa. Você sabe o que é isso ?

Lamento muito sua desinformação.

Herval Junior disse...

Caro anônimo, sabia sim que a Edina é afrodecendente e daí? Não aumenta e nem diminui nada.Não tenho informações jurídicas precisas.Tenho sim, ética e moral pra falar sobre qualquer assunto que me convier.Repito,não julguei-a e que isso sirva de exemplo pra todos aqueles que guardam seus preconceitos numa sociedade hipócrita , ineficiente,imoral e não estou falando só das chamadas elites não.Todas as camadas de nossa sociedade "fedem" e me dá nojo.Em Campos , por exemplo, se dividem em três: os que compram votos, os que vendem votos e as pessoas de bem.Uma vergonha!
e acho que você pertence às pessoas de bem, assim como eu, espero.
Um forte abraço e apareça sempre pra discutirmos nossa cidade, nosso cotidiano e o Brasil.

Anônimo disse...

"para todos os brasileiros que entendem raça como um conceito sociológico.

Na verdade eu não consigo conceber como uma pessoa ilustrada, educada não consegue se aproximar da compreensão e legitimidade da luta pela afirmação da negritude e da construção de sua positividade e, principalmente, como uma arma eficiente de combate à discriminação e exclusão em uma sociedade tão racista como a nossa."
Maria Conceição Oliveira

Anônimo disse...

Ela sempre foi racista e sempre será. A mãe dela é negra e por consequência ela também é,o que ela não admite. Ela se considera "morena", o que ninguém sabe é que usa cremes clareadores e alisa os cabelos, provavelmente seria uma tentativa para negar suas origens. De inocente nessa história ela não tem nada, só quem conhece edina gegila é que pode afirmar que ela capaz de aprontar uma coisa dessa, visto que na ocasião estava totalmente alterada pelo uso de bebidas alcoolicas e todos que estavam no churrasco da OAB naquele dia pode comprovar esse fato. Espero que se faça a justiça.

Anônimo disse...

Acho que se realmente aconteceu isso, não se deve querer expor tanto assim a identidade dela, pois além de levar em consideração o fato dela estar sob efeito de álcool, todos merecem o direito de um momento de reflexão, de aprendizagem, de se arrepender.Quantas vezes aconteceu isso com ela? Vocês não acham que existem coisas mais sérias para ocupar suas mentes? Acho ridículo esses comentários negativos sobre a Édina. Procurem situações parecidas no dia a dia e verão que se deve criar "N" blogs para colocar todos os comentários. Certamente são pessoas que a conhecem e tem algo pessoal contra ela. É Lamentável.

Entre em contato com o blog


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


Desde 01/01/2009

Arquivo do blog